Igreja de nossa senhora de Guadalupe

Igreja Nossa Senhora de Guadalupe

Com a divisão em 1985 da paróquia de Nossa Senhora da Boa morte resolveram se através da cúria metropolitana de Cuiabá da qual faziam parte : Dom Bonifacio Piccinini,o superior franciscano Frei Jorge Elsing , o pároco Frei Quirino Fraz e o vigário paroquial Frei Bernardo Dettling , criar uma quase paróquia  segundo as normas do direito eclesiástico .

O território da quase paróquia seria o bairro Despraiado e seus arredores que entrariam os bairros: Santa Helena, Ribeirão do Lipa, Jardim Santa Marta, Morada do Sol e parte do Duque de Caxias e Quilombo.

O bairro Quilombo se destaca dentre os demais por já existir de tempos antigos uma comunidade extremamente religiosa oriunda de um passado onde era refugio de escravos, cuja comunidade ergueu se a tempos antigos uma cruz, ou seja, a cruz de “xilon”  onde segundo a tradição fora assassinado um escravo inocente no local da cruz, e neste mesmo local era celebrada missa todo mês de setembro. A antiga cruz foi derrubada e por insistência dos fieis a prefeitura de Cuiabá construiu uma de ferro.
Nos anos de 1960, chegaram os primeiros moradores ao vale do Despraiado e construíram seus barracos ao longo do córrego onde havia, naquele tempo, água cristalina. Prevendo um aglomerado de gente, o vigário de Nossa Senhora da Boa Morte, Frei Frederico Mies, construiu aí uma capela-escola, onde, em 1968, começaram as aulas, dadas por uma professora paga pelos frades. Em 1971, o prédio foi alugado ao Estado que acrescentou ainda um prédio pré-fabricado com três salas, em que funcionava uma Escola Estadual. Com transferência em 1985, toda a construção foi devolvida à paróquia.
A antiga capela-escola foi transformada na residência dos frades, com um escritório paroquial e quatro quartos para hóspedes. A casa pré-fabricada transformou-se na Matriz provisória. A inauguração da nova quase-paróquia, sob o título de Nossa Senhora de Guadalupe, aconteceu aos 31 de maio de 1986, com a presença do Arcebispo de Cuiabá, Dom Bonifácio Piccinini, grande parte do clero cuiabano, frades franciscanos e grande multidão de fiéis. Na mesma oportunidade, foi empossado o novo quase-pároco Frei Bernardo Dettling.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s